Governo japonês anuncia novas notas de ¥10 mil, ¥5 mil e ¥1 mil: confira

Veja quem são as personalidades que serão homenageadas nas cédulas japonesas

Crédito: Redação/Alternativa

Tóquio – O governo japonês anunciou nesta terça-feira (9) um novo design para as cédulas de ¥10 mil, ¥5 mil e ¥1 mil, que devem entrar em circulação a partir do ano de 2024.
Segundo reportagem da emissora NHK, a renovação das notas pretende fortalecer o combate à falsificação do dinheiro, tornando a circulação monetária mais segura.
As notas de ¥10 mil passarão a homenagear o empreendedor Eiichi Shibusawa, que viveu de 1840 a 1931 e foi responsável por trazer o capitalismo ocidental ao Japão na era Meiji. Shibusawa se tornou conhecido como o pai da economia moderna do Japão.
As novas notas de ¥5 mil terão uma imagem da educadora Tsuda Umeko, que se tornou uma das primeiras estudantes japonesas a fazer intercâmbio no exterior, quando foi enviada aos Estados Unidos em 1871. Umeko, que viveu de 1864 a 1929, ficou conhecida como a pioneira na educação para as mulheres durante a era Meiji.
E para as notas de ¥1 mil, o governo decidiu homenagear o bacteriologista Kitasato Shibasakuro, que viveu de 1853 a 1931). Entre os seus feitos está o desenvolvimento de um tratamento contra o tétano e a descoberta do agente infeccioso da peste bubônica.
O ministro das Finanças, Taro Aso, comentou a escolha e a necessidade de fortalecer a segurança das cédulas.
“Nós trocamos o design das notas uma vez a cada 20 anos com o objetivo de dificultar a falsificação. Desta vez, teremos cinco anos para nos preparar para a emissão, mas já decidimos anunciar. Achamos muito adequado a imagem de Eiichi Shibusawa para as notas de ¥10 mil, considerando sua importância na implantação do capitalismo no Japão”, comentou.
As notas atuais homenageiam o escritor, professor e educador Yukichi Fukuzawa (1835-1901), que fundou a Universidade Keio na nota de ¥10 mil. A escritora, romancista e poeta da era Meiji, Ichiyo Higuchi (1872-1896), aparece nas cédulas de ¥5 mil.
Nas notas de ¥1 mil, a personalidade destacada atualmente é o médico e bacteriologista Hideyo Noguchi (1876-1928), que fez importantes avanços no combate à sífilis, se tornando um dos médicos mais influentes do século passado.
Fotos: Reprodução/NHK