Embaixada do Japão oferece auxílio a venezuelanos descendentes de japoneses

A Embaixada do Japão na Venezuela iniciou a oferta de suprimentos de emergência para uma comunidade de nipo-venezuelanos, uma vez que as condições de vida no país têm se deteriorado em meio à situação política cada vez mais incerta.

O confronto político entre o presidente Nicolás Maduro e Juan Guaidó, o líder da oposição autodeclarado presidente interino, desencadeou caos e saques.

Todos os trabalhadores japoneses expatriados e suas famílias já saíram do país. Uma escola japonesa local foi fechada.

A embaixada está agora auxiliando mais de 400 venezuelanos de ascendência japonesa que estão enfrentando dificuldades.

A pedido de uma associação japonesa local, a embaixada entregou no sábado 210 pacotes de comida, incluindo arroz e macarrão, além de água potável, para a comunidade de descendentes de japoneses na cidade de Maracaibo, no noroeste do país.

A cidade tem sofrido com repetidos blecautes e saques generalizados. Mais de 50 famílias de descendentes em Maracaibo não conseguem deixar suas casas.

O embaixador japonês, Kenji Okada, disse que espera que os suprimentos entregues ajudem a aliviar a situação daqueles em dificuldades.

Fonte: NHK