40% das empresas japonesas acreditam que feriadão de 10 dias afetará seus negócios

Uma pesquisa apontou que mais de 40% das empresas no Japão esperam ser afetadas pelo feriado prolongado de dez dias que começará em 27 de abril. Durante o período, serão realizados eventos ligados à sucessão imperial.

A Teikoku Databank, uma companhia de avaliação de crédito, entrou em contato com cerca de 23 mil empresas pelo país em fevereiro. Mais de 9.700 responderam.

Ao todo, 43,6% das companhias que participaram do estudo disseram que seus negócios serão afetados pelo longo feriado. Destas, 5,3% esperam um impacto favorável, 12,8% estão preocupadas com efeitos negativos, e 25,5% esperam ambos.

As empresas que acreditam que serão afetadas positivamente afirmaram que o feriado longo e o começo de uma nova era nacional irá impulsionar os gastos dos consumidores.

Já as companhias que estão preocupadas com o impacto negativo apontaram que o número de dias úteis será reduzido, e que sistemas de computador e documentos terão que usar o nome da nova era a partir de 1º de maio.

Empresas que gerenciam hotéis, editoras e gráficas disseram esperar um impacto favorável, enquanto instituições financeiras e de telecom em geral se mostraram preocupadas com os efeitos adversos do feriadão.

Fonte: NHK